top of page

Concurso INSS: excedentes confirmados? Gestores se manifestam!


Intenção de chamar excedentes ganha novo capítulo


O ministro da Previdência, Carlos Lupi, e o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Alessandro Stefanutto, falaram sobre excedentes do concurso da autarquia.


Segundo os gestores, existe a intenção de convocar os excedentes do último concurso do INSS.


Segundo Stefanutto, a solicitação para a nomeação dos excedente já foi encaminhada e, neste momento, o INSS aguarda um posicionamento do Governo Federal.


A ideia do Governo Federal é conseguir nomear mais 250 aprovados e alcançar, na sequência, o cadastro de reserva.


Atualmente, este cadastro conta com 2.144 candidatos.


A atualização dessa informação está em consonância com o blog Bravo Concursos, que noticiou a intenção do novo presidente do INSS em chamar os excedentes. Clique aqui e veja.


Novo pedido de concurso


O INSS solicitou novo pedido de concurso público e sinalizou que é necessária a convocação de aprovados do último certame.


A ideia é nomear mais 250 candidatos que integram o cadastro reserva da ultima seleção.


A necessidade de servidores anunciada pelo chefe da autarquia está de acordo com o Portal Brasileiro de Dados Abertos.


De acordo com o Portal, o INSS registra cerca de 23.000 cargos vagos.


Confira:

  • Analista do Seguro Social: ocupados – 4.146 / Vagos – 2.428

  • Técnico do Seguro Social: ocupados – 13.361 / Vagos – 20.859


Recentemente, o INSS enviou nota técnica ao Governo Federal solicitando quase 8.000 vagas para o próximo concurso.


As vagas serão distribuídas da seguinte forma:


  • nível médio: técnico do seguro social (5.819 vagas); e

  • nível superior: analista do seguro social (1.836 vagas).


As funções de técnico e analista possuem remunerações iniciais que podem chegar a R$ 9.700,00.


A ideia é que o novo pedido seja incluído no Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) de 2024.


Confira abaixo os detalhes do concurso:




Situação atual


O ministro da Previdência, Carlos Lupi, e o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Alessandro Stefanutto, falaram sobre excedentes do concurso da autarquia.


O INSS sinalizou a necessidade de convocação dos candidatos aprovados no último concurso da autarquia.


O Instituto ainda encaminhou pedido de novo concurso ao Ministério da Previdência para análise de sua inserção no PLOA 2024.


Serão solicitadas vagas para analista e técnico do seguro social.


Remuneração


Analista do Seguro Social:

Para Analista, a remuneração bruta inicial poderá alcançar, já com o reajuste de 9%, o valor de até R$ 9.767,20 (remuneração de R$ 9.109,20 + auxílio alimentação de R$ 658,00), correspondentes aos seguintes valores:

  • Vencimento básico de R$ 1.854,24;

  • Gratificação de Atividade Executiva – GAE;

  • Gratificação de Desempenho da Atividade do Seguro Social – GDASS; e

  • Auxílio alimentação no valor de R$ 658,00.

Técnico do Seguro Social:

A remuneração bruta inicial poderá alcançar o valor de até R$ 6.596,09 (remuneração de R$ 5.938,09 + auxílio alimentação de R$ 658,00), correspondentes aos seguintes valores:

  • Vencimento básico de R$ 1.793,76;

  • Gratificação de Atividade Executiva – GAE;

  • Gratificação de Desempenho da Atividade do Seguro Social – GDASS; e

  • Auxílio alimentação no valor de R$ 658,00.

Previsão de vagas


O INSS solicitou quase 8.000 vagas para o seu próximo concurso.


Cargos vagos


De acordo com o Portal Brasileiro de Dados Abertos, o INSS registrou 23.287 cargos vagos.


Confira:

  • Analista do Seguro Social: ocupados – 4.146 / Vagos – 2.428, aproximadamente.

  • Técnico do Seguro Social: ocupados – 13.361 / Vagos – 20.859, aproximadamente.


Atribuições do cargo


Técnico do Seguro Social:

  • Realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica;

  • Coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres.

Analista do Seguro Social com Formação em Serviço Social:

  • Prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados pelo INSS nas Agências e aos seus servidores, aposentados e pensionistas;

  • Elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de Serviço Social e Reabilitação Profissional;

  • Supervisionar e homologar os programas profissionais realizados por terceiros ou instituições conveniadas;

  • Realizar avaliação social para fins de concessão de direitos previdenciários e benefícios assistenciais;

  • Promover estudos sociais e socioeconômicos, pesquisa e levantamento de informações visando à emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direitos previdenciários e benefícios assistenciais, bem como à decisão médico pericial.


Requisitos do cargo


Para o próximo concurso do INSS poderá exigida a formação de nível superior para o cargo de técnico do seguro social.


O presidente intreino do INSS, Glauco André, solicitou estruturação da carreira do Seguro Social.


Nesta reestruturação, existe a possibilidade da exigência de nível superior para todas as carreiras do Instituto.


No último concurso, iniciado em 2022, ainda foi exigido o nível médio de escolaridade.


Das provas


A prova objetiva teve a duração de 3 horas e 30 minutos e foi composta por 120 questões do tipo certo ou errado, valendo 1,0 ponto cada.


Conhecimentos básicos - 50 questões

  • Língua Portuguesa

  • Ética no Serviço Público

  • Noções de Direito Constitucional

  • Noções de Direito Administrativo

  • Noções de Informática

  • Raciocínio Lógico-Matemático

Conhecimentos específicos: 70 questões

  • Seguridade Social

  • Legislação Previdenciária

  • Regime Geral de Previdência Social

  • Empresa e Empregador Doméstico: Conceito Previdenciário

  • Financiamento da Seguridade Social

  • Decadência e Prescrição

  • Crimes Contra a Seguridade Social

  • Recurso das Decisões Administrativas

  • Plano de Benefícios da Previdência Social

  • Manutenção, Perda e Restabelecimento da Qualidade de Segurado

  • Serviços Previdenciários

  • Benefícios Decorrentes de Legislações Especiais

  • Seguro Desemprego Pescador Artesanal

  • Lei Orgânica da Assistência Social

  • Regimes Próprios de Previdência Social

  • Emenda Constitucional nº 103/2019

  • Lei Complementar nº 142/2013

  • Lei nº 8.212/1991 e suas Alterações

  • Lei nº 8.213/1991 e suas Alterações

  • Decreto nº 3.048/1999 e suas Alterações

  • Instrução Normativa PRES/INSS nº 128/2022

  • O Servidor Público como Agente de Desenvolvimento Social

  • Saúde e Qualidade de Vida no Serviço Público

Foi reprovado nas provas objetivas e eliminado do concurso público o candidato que se enquadrasse em pelo menos um dos itens a seguir:

  • a) obtiver nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos básicos P1;

  • b) obtiver nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos específicos P2;

  • c) obtiver nota inferior a 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas.


Resumo do concurso


  • Situação atual do concurso: convocação de excedentes;

  • Escolaridade: níveis médio e superior;

  • Banca: a definir;

  • Inscrições: a definir;

  • Data da prova: a definir

  • Cargos: técnico e analista;

  • Remuneração: Até R$9.700,00;

  • Quantidade de vagas: quase 8.000



Comments


bottom of page